PREVISC: Administradora de planos de previdência, fundada pelo Sistema FIESC
PREVISC: Administradora de planos de previdência, fundada pelo Sistema FIESC

Notícias

01/06/2023
Participantes do plano FIESCPrev podem alterar perfil de investimentos

Os participantes do plano FIESCPrev já podem alterar o seu perfil de investimentos. Essa possibilidade de modificação acontece duas vezes por ano: em maio/junho e novembro/dezembro. Desta vez, quem quiser realizar a troca pode enviar o formulário até o dia 30/6.

Antes de tudo, cada participante precisa analisar qual perfil se adapta aos seus planos e não buscar “o melhor perfil” com base nas rentabilidades anteriores. Cada um dos perfis de investimento tem suas particularidades, dependendo dos objetivos e da tolerância ao risco.

Por isso, é importante primeiro identificar se o nível de tolerância aos riscos do mercado financeiro está em sintonia com os riscos oferecidos pelo perfil do plano. Conheça os quatro perfis de investimentos do FIESCPrev:

ConservadorSemiModeradoModeradoArrojado
Indicado para quem tem aversão a riscos de retornos negativos, com maior alocação em renda fixa (90%). O perfil também tem como alvo alocar investimentos estruturados (8%) e operações com participantes (2%). Meta de referência: CDI a.a.Também indicado para quem não quer correr grandes riscos de eventuais retornos negativos. Tem menos alocação em renda fixa (80%) do que o perfil Conservador. Também tem como alvo alocações em renda variável (8%), investimentos estruturados (7%), operações com participantes (1%), investimentos no exterior (1%) e imobiliário (3%). Meta de referência: CDI + 0,5% a.a.Indicado para investidores com moderada tolerância ao risco. Busca mais rentabilidade na diversificação dos investimentos. Investe em todas as estratégias adotadas na PREVISC, porém com exposição moderada. Tem como alvo alocações em renda fixa (65%), renda variável (20%), investimentos estruturados (9%), operações com participantes (1%), investimentos no exterior (2%) e imobiliário (3%). Meta de referência: CDI + 1,5% a.a.Indicado para aqueles que aceitam um risco maior, com consequente possibilidade de maior rentabilidade. Investe em todas as estratégias adotadas na PREVISC, com uma proporção maior nos segmentos com maior nível de risco e possibilidade de retorno positivo ou negativo. Tem como alvo alocações em renda fixa (45%), renda variável (30%), investimentos estruturados (13%), operações com participantes (1%), investimentos no exterior (2,50%) e imobiliário (8,50%). Meta de referência: CDI + 2,5% a.a.

IMPORTANTE: Para quem não está familiarizado com os termos de investimentos, o CDI (Certificado de Depósito Interbancário) é uma taxa de juros utilizada nos empréstimos entre os bancos. Ela é usada como principal índice dos investimentos de renda fixa (aqueles que possuem um menor risco).

Conheça as estratégias adotadas pela PREVISC:

Renda Fixa: Títulos de crédito emitidos por entes públicos como o governo federal, ou privados de emissões corporativas ou financeiras. Tendo como principal fator de risco o risco de crédito. Estes títulos têm, usualmente, menor variação de preços de mercado, consequentemente caracterizando-os por serem de menor risco. Essa estratégia também é composta por alocações em curvas ou cupons de juros. Seus preços de mercado são influenciados diretamente por fatores como Taxa Selic e Inflação. São ativos de Renda Fixa: Títulos Públicos Federais, Debentures, Letras Financeiras, Certificados de Deposito Bancário (CDB), Letras Hipotecárias, entre outros.

Renda Variável: O segmento de renda variável é composto principalmente por ações de empresas negociadas em mercado regulado. Ações são participações em empresas de capital aberto, negociados em bolsa de valores. Seu preço varia conforme a composição das expectativas dos investidores em relação à performance futura da empresa, do segmento e da economia de forma geral. Diferentemente de títulos de renda fixa, ações não possuem prazo de vencimento nem taxa definida, por isso, sua variação é mais volátil e composta em grande parte pelas expectativas dos investidores. É o segmento que possui maior risco de mercado, ou seja, maior risco de variação de preços.

Multimercado Estruturado: Os investimentos no segmento Estruturado são realizados por meio de fundos que atuam em diversos mercados como juros, moedas, renda variável, renda fixa, etc. buscando portfólios equilibrados, diversificados e a maximização de resultados. Também é composto por ativos ilíquidos com projetos prologados de investimentos, como fundos de participação e projetos florestais (FIP).

Investimentos Imobiliários: São recursos aplicados em cotas de fundos imobiliários que têm como objetivo a alocação em ativos físicos e títulos que possuam relação com o segmento imobiliário. Dentre eles estão ativos como shoppings, galpões, escritórios , galpões logísticos, lajes corporativas, condomínios e terrenos, mas também Certificados de Crédito Imobiliário (CRI) entre outros.

Investimentos no Exterior: Seu objetivo é realizar alocações em ativos de Renda Fixa e Variável em outros mercados fora do âmbito nacional. A participação em mercados mais amplos, com estratégias e segmentos diferentes e risco cambial diversificado ajuda o portfólio de investimentos a diversificar o risco local. Os investimentos no exterior abrangem os principais mercados globais como Europa e Estados Unidos.

Empréstimos: A legislação vigente permite que a Entidade dedique parte de seus recursos para operações com participante. Atualmente, a PREVISC atende esse segmento por meio de empréstimos consignados, os quais são praticados com uma taxa de juros próprias de cada plano. Além dessa taxa ser utilizada como uma das formas de rentabilidade para o seu plano, a taxa de juros é diferenciada das taxas do mercado tradicional.

SOBRE A ESCOLHA DO PERFIL

Para escolher o perfil ideal é interessante avaliar o horizonte de investimento e os riscos que você está disposto a assumir. Quanto mais distante da aposentadoria ou idade em que acessará os recursos do plano, mais risco poderá ser assumido, pois mais tempo haverá para se recuperar caso ele se concretize e o ganho adicional ao longo do tempo tende a ser recompensador. Seu conhecimento sobre os produtos e tipos de riscos a que sua carteira está exposta também auxilia no conforto da decisão.

COMO ALTERAR

O processo de alteração de perfil será on-line no Autoatendimento. Antes de realizar a alteração, o participante precisará responder um questionário rápido para auxiliá-lo na escolha do perfil. É fácil:

1 - Acesse o AUTOATENDIMENTO da PREVISC com CPF e senha. Caso ainda não tenha um login e senha clique AQUI.

2 - Dentro do ambiente, acesse PERFIL DE INVESTIMENTOS > ESCOLHA SEU PERFIL DE INVESTIMENTO.

3 - Na próxima tela, clique em IR PARA O QUESTIONÁRIO e responda todas as perguntas a seguir.

4 - Após responder as perguntas, aparecerá o perfil de investimento indicado para você. Você pode mantê-lo ou trocá-lo em SELECIONE ABAIXO O PERFIL DE INVESTIMENTOS DESEJADO. Depois de escolher o perfil clique em FINALIZAR.

5 - Pronto! Perfil de investimento escolhido. Aparecerá esta mensagem abaixo, além de um e-mail para confirmar sua escolha.

É possível mudar o perfil de investimentos no futuro?

Sim! Nos meses de junho e dezembro de cada ano, os participantes poderão alterar o perfil de investimentos do plano FIESCPrev. Quem não quiser alterar, permanecerá com o mesmo perfil que estiver na época.

Em caso de dúvidas entrar em contato com a nossa área de relacionamento pelo telefone 0800-048-8088 ou web.previsc.com.br/faleconosco/