PREVISC: Administradora de planos de previdência, fundada pelo Sistema FIESC
PREVISC: Administradora de planos de previdência, fundada pelo Sistema FIESC

Notícias

15/10/2019
Conselheiros eleitos tomam posse e participam de workshop

No primeiro semestre de 2019 os participantes ativos e assistidos participaram da eleição de seus representantes nos Conselhos Deliberativo e Fiscal da PREVISC. Os eleitos tomaram posse durante a reunião ordinária do Conselho Deliberativo na sede da Entidade, em Florianópolis/SC, no dia 26/09. Pela primeira vez, o processo de eleição ocorreu de forma on-line.

No encerramento da Gestão 2016-2019, o ex-conselheiro Max Roque Kincezski comentou sobre sua experiência no cargo, que considerou fantástica, principalmente pela participação na construção normativa de todo processo eleitoral. “Foram assuntos que fugiam do escopo do dia a dia de nossas atividades profissionais, exigindo muita dedicação e um aprendizado contínuo. Fez entendermos um pouco mais dos assuntos norteadores de investimentos, legislação previdenciária e outros procedimentos. Outro aspecto foi o convívio harmonioso com os conselheiros e a equipe da PREVISC”, diz.

Aos novos conselheiros, Kincezski lembra que será uma experiência diferenciada e comprometedora, de muita responsabilidade. “Os membros da PREVISC passam muita segurança e confiabilidade. É uma equipe compromissada com os resultados e ao mesmo tempo eficaz no trato das situações. Aos novos membros recomendo procurarem se familiarizar com os novos termos que irão aprender, realizar os cursos disponíveis e não faltarem nas reuniões do conselho, pois são importantes para as tomadas de decisões”, aconselha Kincezski.

Para Sérgio Luiz Gargioni, que foi eleito como representante dos assistidos e inicia agora a sua jornada como conselheiro, a expectativa é conhecer melhor a operação e contribuir para que a PREVISC seja cada vez mais forte e confiável, capaz de permitir que ela cumpra com o seu objetivo de dar condições financeiras dignas aos seus aposentados.

“Os assistidos (aposentados e pensionistas) materializam a razão principal da existência da PREVISC. Servi-los exige grande esforço, sensibilidade e muita criatividade por parte dos dirigentes. Não só a pessoa do assistido se envolve nesse relacionamento com a Entidade mas toda a família dele, por isso a complexidade. Entender esse quadro e contribuir com a administração executiva é responsabilidade do conselheiro”, explica Gargioni.

Antes da posse, no dia 25/09, os novos representantes participaram de um Workshop, que contou informações sobre o histórico da PREVISC, a previdência complementar aberta e a fechada, a estrutura de governança da Entidade, sistemas normativos e gestão de riscos e investimentos. Também foram abordados os fundamentos de seguridade, atuária e contabilidade previdenciária. Os presentes visitaram as áreas da PREVISC e conheceram a equipe de colaboradores.

Para Gargioni, o dia de aprendizado foi nota 10. “Verificamos e confirmamos o alto grau de competência técnica de toda a equipe de dirigentes e, especialmente, a maneira aberta e direta com que cada tema foi tratado. Ficou evidente a complexidade da operação e a responsabilidade do Conselho. Agradeço a confiança depositada em mim e estarei empenhado em corresponder a expectativa da comunidade que represento, os assistidos”, ressalta.

O conselheiro Fernando José Coelho também gostou do curso que antecedeu a posse. "Fiquei impressionado com a preocupação que a instituição tem com a governança e muito satisfeito em saber que as pessoas que estão gerindo o meu dinheiro são profissionais. Acho que é fundamental para o novo integrante, seja do Conselho Fiscal ou do Conselho Deliberativo, para conhecer o negócio da PREVISC, qual a estrutura contábil/financeira, os riscos e a estrutura de governança", conta.

Para os próximos anos, Coelho, que é suplente, pretende ser efetivo nas reuniões. “Quero estar presente, contribuir para a manutenção e até melhoria dos resultados atuais. A responsabilidade é muito grande, já que as decisões tomadas impactam diretamente na vida de todos os participantes, assistidos ou não”, define.