PREVISC: Administradora de planos de previdência, fundada pelo Sistema FIESC
PREVISC: Administradora de planos de previdência, fundada pelo Sistema FIESC

Notícias

08/07/2022
Cenário Econômico: confira as principais notícias da semana de 4 a 8/7

Mundo

A balança comercial alemã trouxe uma surpresa negativa para o país. Com menos exportações e mais importações que o esperado para o mês de maio, a Alemanha apresentou seu primeiro déficit comercial em 3 décadas, tendo saldo negativo de €900 milhões. A divulgação de indicadores PMI (índices de compras), que medem a percepção econômica por parte de agentes do empresariado, reforça que a desaceleração atinge o continente como um todo.

Os dados para junho, entretanto, apontam que isso se dá em menor intensidade que o previsto, com expectativas ainda positivas. O melhor desempenho foi obtido pelo Reino Unido, que chegou a obter pontuação maior com relação ao mês anterior. A desaceleração da inflação aos produtores pode ser um dos responsáveis por essa percepção. Os dados da Zona do Euro para maio trazem variação do nível de preços de 0,7%, abaixo do 1,0% esperado e dos 1,2% do mês anterior. Apesar disso, a inflação acumulada em 12 meses pelos produtores da região ainda é de 36,3%.

Nos EUA, as encomendas feitas às fábricas cresceram 1,6%, muito acima dos 0,5% esperados. Os indicadores de atividade em junho da S&P e do Institute for Supply Management vieram todos acima das projeções e no patamar positivo, com alguns crescendo em relação ao mês anterior.

O mercado de trabalho também demonstra estar aquecido, uma constante desde o ano passado. Os dados de junho apontam para criação de 372 mil empregos não agrários, muito acima da expectativa de 268 mil. Apesar de serem positivos para uma economia que teme uma possível recessão se aproximando, os dados da semana reforçam a possibilidade de aumento de 0,75 pontos na taxa base de juros por parte do FED (Banco Central Americano), uma vez que a inflação deve seguir pressionando e há margem de redução na atividade econômica.

“Podemos agir com 0,75 ponto na próxima reunião e não ver muitos danos prolongados à economia [...] (O relatório de emprego) reafirma que a economia está forte e que ainda há muito impulso no mercado de trabalho, e isso é uma coisa boa”. (Raphael Bostic, Presidente do FED Atalanta)

Brasil

A produção industrial brasileira cresceu pelo quarto mês seguido, atingindo 0,3% ante expectativas de 0,7%. O dado é mais um indicativo de melhora na atividade econômica, que segue ocorrendo ao longo de 2022. O índice PMI agregado demonstra a expectativa de continuidade do movimento, saltando de 58,0 para 59,4 em junho. O indicador está sendo puxado pelo setor de serviços, que já está em 60,8.

"Os dados de junho revelaram uma melhora significativa no ritmo de crescimento na economia de serviços brasileira, à medida que as empresas presenciam um aumento na demanda. O volume de novos pedidos aumentou no ritmo mais rápido em mais de 15 anos, contrariando outra disparada recorde nos preços de venda, que, por sua vez, sustentou uma expansão sem precedentes na taxa de emprego e o aumento no índice de produção mais rápido já registrado." (Pollyanna De Lima, diretora de economia da S&P Global).

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) liberou no dia 8/7 os dados de inflação ao consumidor amplo do Brasil, o IPCA:

Com elevação do nível de preços levemente inferior à projeção de 0,70%, o índice geral foi impactado pela queda nos preços de combustíveis e energia elétrica. Os planos de saúde, outro preço administrado, sofreram reajuste e puxaram os números para cima.

Vestuário (1,67%) e Leites e derivados (5,68%) também foram destaques negativos, sendo variações que podem significar repasse de maiores custos represados no passado recente.

O Relatório FOCUS, que voltou a ser divulgado também nesta sexta-feira, prevê IPCA de apenas 0,06% para julho em decorrência da redução do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre combustíveis e energia. Com os 5,49% acumulados no primeiro semestre e com a expectativa de um segundo semestre ameno, as projeções são de 7,96% para 2022 como um todo.

Energia elétrica fica mais cara em SP

A Aneel aprovou reajuste de preços para 24 cidades do estado de São Paulo, vigorando a partir de 5/7. Com isso, os consumidores atingidos passarão a pagar em média 12,04% mais pela energia consumida.

Pacheco diz que CPI do MEC será instalada só após as eleições

Presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (PSD-MG) declarou que a CPI que visa investigar possível corrupção envolvendo o ex-ministro da educação Milton Ribeiro deve ser iniciada esse ano, mas só após o processo eleitoral que ocorrerá em outubro.

5G chega a Brasília

A internet móvel de quinta geração chegou ao Brasil no dia 6/7, tendo sua cobertura iniciada em 80% da capital federal. O serviço deve ser oferecido inicialmente sem cobranças extras e pode ser utilizado por 67 modelos de smartphones registrados no Brasil.

Ex-premiê japonês é assassinado

Shinzo Abe, líder do Japão por quase uma década (2006-2007, 2012-2020), foi morto no dia 8/7 por um atirador enquanto discursava em campanha eleitoral.

Vítima de dois tiros efetuados a partir de uma espingarda caseira, o político de 67 anos ainda foi levado a um hospital, mas não resistiu. O assassino, homem de 41 anos que fez parte da Marinha do Japão por 3 anos, teria declarado que o homicídio não se deu por razões políticas.

Fontes: TradingView, Investing.com, BP Money, InfoMoney, CNN, Uol, BM&C News, G1, Reuters, IBGE, Valor Econômico, BBC, S&P, CNN, EBC, Bloomberg, Forbes.