PREVISC: Administradora de planos de previdência, fundada pelo Sistema FIESC
PREVISC: Administradora de planos de previdência, fundada pelo Sistema FIESC
Aposentados: Cuidados para Garantir Mais Saúde e Segurança2024-06-12 14:00:00

Dia Mundial da Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa

Você sabia que nesse mês de junho celebramos o Dia Mundial da Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa? A data foi oficializada pela ONU em 2011, para reforçar a importância de prevenir e denunciar qualquer tipo de violação de direitos contra os idosos, seja por violência física, mental ou patrimonial.

É importante frisar que a população idosa no Brasil e no mundo só tende a crescer. No país, essa faixa já representa 13% da população, com mais de 20 milhões de idosos.

Com esse crescimento expressivo, a criação de uma cultura de prevenção voltada se torna ainda mais essencial, envolvendo os parentes, o governo, a sociedade, e os próprios idoso!

*Se você é vítima ou testemunha de agressões ou assédio contra idosos, denuncie pelo disque 100.

Dicas para garantir segurança e qualidade de vida

Muito além de ajudar a prevenir contra a violência, trouxemos dicas sobre os principais fatores que atuam diretamente na qualidade de vida e segurança dos idosos. São cuidados que visam um balanceamento entre independência e saúde a longo prazo:

- Praticar exercícios físicos

Com o fortalecimento muscular e o aumento de flexibilidade e mobilidade que os exercícios físicos agregam, é possível ter mais autonomia e prevenir o surgimento de doenças. Além disso, atuar diretamente na saúde mental, melhorando a disposição e o humor.

- Manutenção dos laços afetivos

Os laços afetivos são importantes durante toda a vida, mas têm uma importância um pouco mais especial na terceira idade. Muitas pessoas nessa faixa etária tendem a se isolar, mas é bom frisar que sair de casa e manter relações sociais é imprescindível!

Os familiares são uma ótima rede de apoio, assim como amigos, vizinhos e parceiros de atividades. A chave é manter um bom convívio social.

- Acompanhamento médico regular

Com um acompanhamento médico regular, preferencialmente de um geriatra, é possível tratar doenças com antecedência e ficar de olho em condições que possam aparecer, afinal de contas, depois dos 60 anos, diversas mudanças ocorrem e novas necessidades médicas aparecem.

- Cuidados com a segurança

A vulnerabilidade é um fator de forte presença na terceira idade, seja por condições de saúde, econômicas ou sociais.

O acompanhamento médico, a prática de exercícios físicos e a utilização de assessórios em casa que otimizam a mobilidade, são cuidados que ajudam a manter a saúde em dia e são um grande passo para garantir uma maior autonomia e segurança.

Além da segurança física, a segurança financeira é de igual importância. Por isso, é importante evitar compartilhar senhas de bancos e dados pessoais, e caso o idoso receba alguma mensagem suspeita, deve perguntar a uma pessoa de confiança se a mensagem é verdadeira. Assim, é possível evitar golpes que são focados em atingir pessoas idosas.

- Saber os seus direitos

Um dos principais balizadores dos direitos do idosos é o Estatuto do Idoso. Por lá, estão descritos todos os direitos fundamentais e garantias que as pessoas da terceira idade possuem, como prioridade em atendimentos e transporte público, acesso à saúde e muito mais.

Para quem ainda não conferiu, é interessante ter conhecimento, e ainda compartilhar com pessoas do seu convívio!

Em busca do envelhecimento saudável

Mesmo que o idoso ou idosa dependa de terceiros para determinadas atividades, ter consciência do que é certo e o que tem direito já é um grande passo.

Com cada vez mais pessoas educadas no assunto, mais o envelhecimento saudável se torna realidade a outros idosos!